Certificação Leed

Como obter a certificação LEED do seu edifício?

A certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED) decolou na última década.

Desenvolvido pelo US Green Building Council (USGBC) como um sistema de certificação de edifícios verdes, o status de certificação LEED provou ser benéfico para construtores e proprietários de edifícios. Ao usar um sistema baseado em pontos para certificar as alternativas sustentáveis de uma nova construção, de projeto de reforma ou um edifício em operação, a estrutura de certificação LEED identifica soluções práticas para problemas comuns de construção verde.

Se você está pensando em trabalhar para obter a certificação LEED para seu projeto, mas não está familiarizado com o processo, esta visão geral lhe dará um panorama sobre que esperar. Já adiantando que o desperdício e a reciclagem do seu projeto desempenham um papel significativo em levá-lo até a linha de chegada.

O que é a certificação LEED?

Desenvolvida em 1993, a certificação LEED é considerada o padrão ouro na indústria de construções sustentáveis. A certificação LEED fornece um guia para que os profissionais se envolvam com a sustentabilidade e reduzam as quase 100 milhões de toneladas de resíduos de construção e demolição (C&D) produzidos no Brasil por ano.

A Green Business Certification Inc. (GCBI) é responsável pela gestão e evolução contínua do programa de certificação LEED, bem como pelos programas de certificação WELL e EDGE.

Como o sistema de classificação de edifícios sustentáveis mais amplamente reconhecido no mundo, de acordo com o USGBC, o LEED, em 2020, já possuía mais de 79.000 projetos em 160 países e territórios. Além disso, o US Green Building Council estima que “quase 5 milhões de pessoas experimentam um edifício LEED todos os dias”.

A certificação LEED está disponível tanto para edifícios mais antigos que serão renovados quanto para novos empreendimentos. No Brasil, o foco são edifícios comerciais, porém podem ser certificados tanto edificações comerciais, quanto os residenciais. Por meio da certificação LEED, o prédio pode ganhar créditos fiscais, economizar dinheiro em custos operacionais e causar impacto positivo em todos que moram, trabalham e visitam o local. 

Como parte de sua missão, a organização por trás do LEED está sempre aprimorando seus sistemas e processos. Esse refinamento contínuo leva em consideração as complexidades que os profissionais do setor enfrentam ao buscar credenciamento para si mesmos ou certificação para seus projetos. O objetivo é que cada vez mais edifícios sejam capazes de obter a certificação.

O que significa ser acreditado pelo LEED vs. certificado

A certificação LEED é específica para edifícios, enquanto a acreditação LEED (LEED AP) é para profissionais.

A acreditação LEED pode ser obtido por profissionais que desejam avançar em sua carreira e aumentar seu conjunto de habilidades no mercado da construção sustentável. Profissionais acreditados no projeto pontos nos projetos LEEDs. Por meio do credenciamento, você se tornará conhecedor de técnicas exclusivas de design e construção, estará em alta demanda em um mercado cada vez mais verde e ficará informado sobre as tecnologias mais recentes por meio de educação continuada.

Os quatro níveis da certificação LEED

Tudo o que é feito durante um projeto de construção — desde os materiais escolhidos até a maneira como gerencia os resíduos — soma-se a um sistema de pontos que ajuda a equipe de projeto a obter a certificação. Quanto mais pontos ganhar, melhor será a sustentabilidade do edifício.

Edifícios com certificação LEED podem ganhar de 40 até um total de 110 pontos. Aquele que atingirem mais de 80 pontos recebem o status LEED Platinum.

Os quatro níveis de certificação LEED são:

  • Certified: 40-49 pontos
  • Silver: 50-59 pontos
  • Gold: 60-79 pontos
  • Platinum: mais de 80 pontos
 

Portanto, se você já ouviu falar de um prédio com certificação LEED Gold ou LEED Platinum, isso significa que o prédio ganhou entre 60-79 pontos ou 80+ pontos, respectivamente.

Quais são as categorias do sistema de classificação LEED?

Diferentes tipos de projetos se enquadram em diferentes categorias dentro do abrangente sistema de classificação LEED. A partir de 2019, o LEED possui vários sistemas de classificação em seis categorias principais:

  • Building Design and Construction (BD+C)

LEED for Building Design and Construction inclui novas construções, projetos Core and Shell, escolas, edifícios de varejo e instalações de saúde. Este sistema fornece uma estrutura que aborda iniciativas de projeto e construção para novos edifícios e renovações e reabilitações significativas.

  • Interior Design and Construction (ID+C) 

A categoria Interior Design and Construction abrange projetos relacionados a interiores comerciais, como prédios de escritórios ou projetos de hospitalidade, onde as equipes de design não necessariamente participariam das operações de construção. Esta categoria inclui um sistema específico para classificação de projetos de interiores comerciais relacionados ao varejo.

  • Building Operations and Maintenance (O+M

Esse sistema de classificação se concentra na revisão e melhoria dos esforços de sustentabilidade em edifícios existentes de praticamente qualquer tipo, incluindo varejo, escolas, data centers, armazéns e edifícios de hospitalidade. Esta categoria é especialmente importante porque é muito mais eficiente melhorar um edifício que já existe do que demolir e construir um novo.

  • Neighborhood Development (ND) 

O LEED for Neighborhood Development foi desenvolvido para inspirar projetos sustentáveis de bairro, como ciclovias, parques e espaços verdes. Essas diretrizes se aplicam a projetos de desenvolvimento de novos terrenos desde a concepção até a construção e incluem vários usos diferentes.

  • Homes

A categoria Casas do LEED está focada em casas verdes, limpas e seguras que usam menos energia e água. Esta categoria abrange o projeto e construção de edifícios para residências unifamiliares, edifícios multifamiliares de um a três andares e edifícios multifamiliares de altura média com mais de três andares.

Cada sistema de classificação tem seu próprio conjunto de “pré-requisitos”, que são os requisitos mínimos que o projeto precisa alcançar além dos pontos necessários para a certificação.

Como obter a certificação LEED?

O LEED é baseado em “Pré-requisitos” e “Créditos”. Para obter a Certificação é necessário atender a todos os pré-requisitos e no mínimo 40 pontos distribuídos nos créditos da certificação. Esses pré-requisitos e créditos são divididos em 8 categorias:

Processo Integrativo: Esta categoria garante apenas um ponto cem possíveis, mas ainda é importante. Para ganhar esse ponto, um projeto deve “alcançar sinergias entre disciplinas e sistemas de construção”, que podem incluir sistemas relacionados à energia, sistemas relacionados à água, equidade social e saúde e bem-estar.

Localização e Transporte: A categoria Localização e Transporte concentra-se em recompensar um projeto por sua escolha de localização ou proximidade de opções de transporte sustentável. Os pontos são concedidos por estar localizado dentro de uma área de desenvolvimento de bairro LEED ou por outros detalhes, como estar localizado em um local previamente desenvolvido, em locais de zoneamento prioritários ou fornecer instalações para bicicletas. 

Locais Sustentáveis: Esta categoria do LEED também é baseada em localização. Os créditos de Locais Sustentáveis concentram-se em recompensar projetos que priorizam pontos como proteger ecossistemas naturais, fornecer espaços abertos, incorporar sistemas de gerenciamento de águas pluviais e reduzir a poluição luminosa. 

Eficiência Hídrica: A categoria Eficiência Hídrica inclui créditos para redução do uso de água. Esses pontos são concedidos pela redução do uso de água interna e externa, fornecendo medição de água no nível do edifício e pelo uso sustentável de água para torres de resfriamento. 

Energia e Atmosfera: Os créditos de Energia e Atmosfera visam melhorar a eficiência energética. Muitos de seus critérios são necessários para se qualificar para a certificação LEED. Os pontos são dados para itens como comissionamento fundamental, como revisão de projeto, desenvolvimento de planos de manutenção de eficiência, atendimento aos padrões mínimos de desempenho energético ou compra de energia verde.

Materiais e Recursos: Esta categoria tem a ver com a sustentabilidade dos materiais utilizados para um projeto de qualificação LEED e também contém critérios obrigatórios, como fornecer espaço para reciclagem e desenvolvimento de um plano de gerenciamento de resíduos. Outros pontos de Materiais e Recursos são concedidos para atender às metas de reciclagem ou usar materiais de fabricantes que divulgaram publicamente informações sobre a origem, sustentabilidade ou conteúdo químico de seus materiais.

Qualidade Ambiental Interna: A categoria Qualidade Ambiental Interna concentra-se em garantir ar fresco para os ocupantes de um projeto e no uso de materiais sem produtos químicos que possam afetar a qualidade do ar. Os pontos nesta categoria são concedidos por itens como atender aos padrões de ventilação, proibir fumar dentro e perto do prédio e usar materiais com baixo teor de VOC (compostos orgânicos voláteis).

Inovação e Prioridades Regionais: Por fim, a categoria de inovação e prioridade regional pontua edifícios que usarem estratégias de design sustentáveis por meio de novas tecnologias, que contribuirão para garantir um melhor desempenho de todo o edifício.

Quais são os requisitos mínimos para a certificação?

Existem sete requisitos mínimos do programa para elegibilidade para a certificação LEED, que podem variar entre os sistemas de classificação LEED:

  • Cumprir as Leis Ambientais
  • Seja um Edifício ou Espaço Completo e Permanente
  • Use um limite de site razoável
  • Cumprir com os requisitos mínimos de área de piso
  • Cumprir as Taxas Mínimas de Ocupação
  • Comprometer-se a compartilhar dados de uso de energia e água de todo o edifício
  • Cumprir com uma proporção mínima de área de construção para área do local

Quanto custa uma certificação LEED?

Existem algumas taxas associadas à certificação LEED e a maioria depende do tipo de classificação da edificação e do tamanho do projeto. O registro de um projeto custa entre US$ 150 e US$ 5.000. Uma taxa fixa de certificação dependente do tamanho e tipo do projeto é então cobrada quando uma equipe de projeto envia os dados para revisão. Se um projeto precisar de revisão rápida, apelações ou consultas formais, taxas adicionais serão aplicadas. Os membros do USGBC podem receber descontos como proprietários ou administradores de um projeto. Você pode encontrar a tabela atual completa de taxas de registro e certificação LEED no site do USGBC.

Quais são os benefícios da certificação LEED?

Embora possa haver taxas e custos extras iniciais envolvidos para obter a certificação LEED, há muitos benefícios – inclusive financeiros – de obter a certificação LEED do seu edifício, incluindo:

  • Em comparação com construção comuns, os edifícios com certificação LEED geralmente consomem menos recursos em sua construção e operação, economizando dinheiro em custos operacionais.
  • Esses edifícios proporcionam um ambiente mais saudável para os ocupantes, sejam familiares ou funcionários. Isso pode levar a economias em cuidados de saúde, bem como menos tempo e dinheiro perdidos por doenças.
  • As práticas de construção verde demonstraram melhorar o bem-estar geral e a felicidade, melhorando a produtividade e a saúde mental.
  • Incentivos locais podem estar disponíveis para edifícios com certificação LEED, incluindo créditos ou isenções fiscais, taxas de seguro mais baixas ou taxas de juros de empréstimos mais baixas.
  • As práticas ambientais apoiadas pela certificação LEED geralmente exigem menos manutenção geral não apenas para o edifício, mas também para seu paisagismo.
  • A certificação LEED pode ser um ponto-chave de venda, pois aumenta o valor agregado da edificação. Além disso, aumenta valores recebidos com aluguel, favorecendo o proprietário. 
  • Como a certificação LEED mostra um grande interesse na comunidade local, os edifícios certificados podem ajudar a gerar uma imagem pública melhorada, principalmente para corporações e negócios.

Com tantas aplicações positivas, independentemente do tamanho ou tipo do edifício, buscar a certificação LEED pode ser tão benéfico para um proprietário de uma casa quanto para um gerente de construção, empresário, arquiteto, empreiteiro, construtora ou corporação. Quanto mais edifícios alcançarem níveis cada vez mais altos de certificação LEED, melhor será o ambiente para todos que o compartilharem

Compartilhe:

Receba nossas notícias

Inscreva-se em nossa Newsletter